quinta-feira, 2 de março de 2017

O inferno astral e a dádiva da vida


Não sei se é coincidência, se é cultural ou genético (haha), mas 10 entre 10 pessoas se queixam que antes do aniversario ficam tristes, ansiosas, raivosas até - o chamado inferno astral.
Nunca liguei muito pra isso, pelo contrário, adorava planejar meu aniversário, fazer festa, reunir todo mundo, 25, 30 pessoas na minha casa, até que... Fiz 30.
Comecei a ficar introspectiva, já não via muita graça em organizar a festa, achava um saco, na verdade. Comecei a preferir ficar quieta, almoçar com meus pais ou viajar. E até torcia para que a data caísse na segunda.
Rapaz, e não é que esse negócio de inferno astral me pegou de jeito com o tempo? Só que o meu como veio tardio, trouxe o purgatório de brinde!
Hoje, três dias antes do meu aniversário, bateu um vazio inexplicável - e não era fome. Tristeza braba sabe, mesmo com saúde, emprego, uma família e um marido que me amam. Aí, pisciana que sou, desabei. Chorei, ri, rezei, chorei de novo, até que passou. Podia ser só uma TPM, mas não é, garanto. É que esse negócio de ser Balzac com astrologia é uma mistura explosiva até pros mais duros leoninos ou sagitarianos.
Quando o inferno astral bate, meu amigo, não tem signo que segure. É uma TPM acumulada, só que sem distinção de gênero. Mas o bom é que passa. Às vezes passa no mesmo dia, às vezes só depois do aniversário - tem até gente que parece que nunca saiu dele...
O meu foi hoje e espero que tenha passado. 24h de fossa não explicada já é tempo demais para perder.
Sabe por quê? Porque mesmo com o céu estando muito distante dessa vida aqui, o dia que você nasceu merece ser sim esperado e comemorado com alegria. A dádiva da vida é a coisa mais preciosa, misteriosa e profunda que possuímos e sou grata a Deus pela oportunidade de estar aqui.
Portanto, comemore, cerque-se de amor e boas energias, mesmo que essa comemoração seja na quietude da sua casa, apenas com sua família, um bom vinho e boas recordações. Sem dúvida, será a melhor escolha.

Daniele Van-Lume Simões    02 de março de 2017


Nenhum comentário:

Postar um comentário